quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Mancha

De facto, acho que nos comemos uns aos outros, mas a culpa não é nossa. É algo que nos é exigido. Que nos ultrapassa. Temos a designação de seres com capacidades superiores e somos condicionados por tudo e mais alguma coisa!
Somos o resultado de influências biológicas, psicológicas, sociais e culturais e por isso mesmo nunca poderemos ser genuínos, nunca poderemos ser nós próprios. Aliás, em que consiste 'sermos nós próprios'? O problema é mesmo esse. Não sabemos, nem temos formas de o saber.
Não somos puros. Cada uma de nós é parte integrante de uma única mancha. A mancha humana. Faça-se entender por mancha aquilo que é sujo, o que não sai, o que está mais, o que é indesejado.

11 comentários:

ana patrícia disse...

A-D-O-R-E-I!

Mariana disse...

sem palavras.

Mary* disse...

Não poderia concordar mais com as tuas palavras, nenhum de nós é perfeito, todos temos defeitos e por muito que tentemos atenua-los nunca conseguiremos, porque fomos criados de forma a não conseguirmos ser o que os seres superiores foram!;)
Adorei o teu post!:)
beijinhos*

Anónimo disse...

Nunca teremos a capacidade de sermos nós próprias, e cada dia que passa mais somos todos parecidos, mais nos unificamos. Ficamos cada vez mais iguais uns aos outros. E é isso mesmo: MANCHA, infelizmente, e falo do geral, somos maus, deixamos sempre marcas, estragamos sempre tudo porque talvez nunca devessemos ter existido, e somos, sim, completamente indesejados, por nós mesmos.
um beijo,
sofia

alexandrapinto. disse...

sim princesa, é lindo mesmo! *-*

cláudiagomes. disse...

AMEI.

Anónimo disse...

Camus dizia que «todo o homem segrega algo de inumano»...
IM

cláudiagomes. disse...

ora não tens nada que agradecer.

ana patrícia disse...

ora essa, obrigada eu! :)

α ♥ disse...

então é porque são todos bons :b

marisa disse...

A-do-rei!! Está fantástico, Daniela! :)

Enviar um comentário

«I don’t care if you’re black, white, straight, bisexual, gay, lesbian, short, tall, fat, skinny, rich or poor. If you’re nice to me, I’ll be nice to you.
Simple as that.»