quarta-feira, 8 de junho de 2011


Eu respondo aqui à pergunta que não deve ter suscitado na cabecinha de ninguém. Não faço as coisas por fazer, porque sim... Não escrevo as iniciais do meu nome com letras minúsculas porque fica mais bonito. Faço-o, porque não vejo o dito Homem como algo de maior importância ou valor.
Fomos todos um acidente da Natureza, surgimos das mesmas condições...
Admito que somos realmente os autores de grandes feitos, e admiro a quantidade e a qualidade das coisas que conseguimos efectivamente fazer. Mas no outro prato desta minha balança estam também todos os aspectos negros da nossa raça. Todo o mal que fazemos e continuamos a fazer, apenas porque sim. Porque podemos.
Assim sendo, a balança dos feitos e realizações da humanidade está completamente alinhada. Equilibrada. Tal qual a dos outros seres... Que não fazem o mal, por gosto. Mas que também não são capazes de mudar drásticamente as nossas (supostas) realidades e o Mundo, como nós somos.
Temos então os pratos todos na mesma posição, na mesma linha, na mesma igualdade.

11 comentários:

ritag. disse...

adorei (:

ritag. disse...

não precisas de agradecer, a maneira como escreves fascina-me *

carina, disse...

está lindo. :)

ritag. disse...

eu acho que não és, gosto imenso de todos os teus posts (:

IM disse...

Falta-nos tudo. Em relação aos outros animais falta-nos quase tudo. Resolvemos sublimar isso à custa daquilo que chamámos de cultura. Acho mesmo que a natureza nos deu um cérebro mais complexo para não nos sentirmos tão mal...

InêsMarcelino. disse...

nunca tinha pensado desta maneira, tens razão, parabéns por mais um grande texto :D

carina, disse...

de nada :) e obrigada também! tenho esperança que sim :')*

mariasousa disse...

gostei imenso!

Anónimo disse...

Adorei! Parabéns, Daniela!
Está muito bem pensado, mesmo. E essa tua ideia de meteres sempre uma foto e escreveres algo como que a descrevê-la fica lindo, e só prova que tens sensibilidade! Adoro o teu blogue, e concordo com tudo o que disseste até agora!
Bjs
Inner Silence

Marisa disse...

os teus textos ultimamente deixam muito para pensar. estou a adora-los :)

Marisa disse...

é a verdade :p e como pensamos igual em vários assuntos adoro sempre vir aqui ao cantinho ler :)

Enviar um comentário

«I don’t care if you’re black, white, straight, bisexual, gay, lesbian, short, tall, fat, skinny, rich or poor. If you’re nice to me, I’ll be nice to you.
Simple as that.»