quarta-feira, 24 de julho de 2013

As tuas costumavam ser as mais belas mãos que eu jamais vira. Palavra. E  agora, ao brincar com elas, pergunto-te o que lhes fizestes? Ou melhor, o que perdeste? O que deixaste passar por elas sem agarrar?
Pelo menos o toque, esse não se perdeu. É o mesmo de há anos atrás. O toque mais bonito, dá para saber, mesmo com os olhos fechados. Sobretudo com os olhos fechados.

4 comentários:

- danielamelo disse...

mereces vencer o concurso, daniela :) ... o teu blog (todo) é lindo :)))
boa sorte ;)

claire disse...

Já me tinha antecipado! Vi a tua publicação no grupo, e já tinha seguido:))

Pensando com Arte disse...

Simplesmente tenho saudades*
Pensando com arte.

Saturnine Luna disse...

o tempo às vezes sabe ser arte ou aspirante a isso.

Enviar um comentário

«I don’t care if you’re black, white, straight, bisexual, gay, lesbian, short, tall, fat, skinny, rich or poor. If you’re nice to me, I’ll be nice to you.
Simple as that.»