sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

09-02-2013 Bonito... O teu rosto. O cigarro abraçado pelos teus lábios carnudos. A noite escura, estrelada. O frio que nos mantinha inteiramente acordados. A cidade já adormecida lá ao fundo. E o fumo. Todo aquele fumo que subia e se escapava pelo tecto aberto do carro e que desaparecia antes de tocar as estrelas lá do alto. Bonito e triste. De que serve subir se não se sobe até onde se quer? Só nos vai falsear a esperança... Um trago mais forte e o meu corpo balança sem se mexer de tão leve. Leve mas não sobe. Ao invés sinto-me ir cada vez mais fundo, e o melhor é que olho para o lado e tu vais fundo comigo. O cheiro do teu casaco azul de mar, do teu pescoço... Aumentas o volume do rádio que orgulhosamente conseguiste instalar e começas num pseudo-canto com o Axl. Tu cantas sem saber o que estás realmente a dizer, e olhas para mim. Sei que estás a olhar, mas não deixo que tu o saibas. Sem permissão nasce do meu rosto um sorriso rasgado e tu ficas feliz. É fácil vê-lo. Estou sempre zangada. Zangada com tudo, com todos e contigo. Mas tu não desistes. E até isso me chateia - ou não. E podes não saber, mas te digo que cansa estar zangada o tempo todo. Por isso acho que ganho mais eu, que tu, quando te sinto feliz por um só riso meu.

8 comentários:

Emilie disse...

Que texto lindo, lindo, lindo! Fiquei completamente rendida!

Cláudia ♡ disse...

Está maravilhoso. Rendi-me a cada palavra! o:

Cláudia ♡ disse...

É o que tenho feito desde que ele se foi.

Cátiia Bandeira disse...

-ontem tive mesmo a confirmaçao da universidade, nao posso fazer os exames, as coisas vão melhorando, mas como ja estou a tato tempo a viver uma vida que odeio ( comida de dieta, passar os dias em casa, dores e não poder fazer o que quero) chega a um ponto que satura e eu estou nesse ponto.
Mas as coisas vão melhorar não tarda nada :)

danieladias disse...

Sabes que sinto exactamente o mesmo? É que também me sinto sempre chateada com a vida, mas mesmo assim o meu menino não desiste até me ver sorrir. Ele consegue, mesmo que não me apeteça. Desperta em mim tudo o que sozinha não consigo. E amo isso.
Eles não desistem de nós e isso sabe tão bem :')
Está lindo, d. ♥

Mary Soares disse...

Tens sempre textos lindos meu amor, parabéns mais uma vez! :D
beijinhos*

Marie disse...

esta aqui querida: http://marieneverlookback.blogspot.pt/
beijo.

Adriana disse...

adorei o:

Enviar um comentário

«I don’t care if you’re black, white, straight, bisexual, gay, lesbian, short, tall, fat, skinny, rich or poor. If you’re nice to me, I’ll be nice to you.
Simple as that.»