domingo, 6 de maio de 2012

O olhar de um bicho

O olhar dum bicho comove-me mais profundamente que um olhar humano. Há lá dentro uma alma que quer falar e não pode, princesa encantada por qualquer fada má. Num grande esforço de compreensão, debruço-me, mergulho os meus olhos nos olhos do meu cão: tu que queres? E os olhos respondem-me e eu não entendo…Ah, Ter quatro patas e compreender a súplica humilde, a angustiosa ansiedade daquele olhar! Afinal…de que tendes vós orgulho, ó gentes?


Diário do Último Ano
Florbela Espanca

11 comentários:

Joan disse...

De certo há uma coisa: hão animais melhor que pessoas, e quanto mais conheço as últimas mais gosto dos primeiros.
Os animais percebem tanto mais que nós, eles entendem-nos mas nós, tão superficiais, raramente conseguimos entender algo que careça de palavras, e esquecemo-nos que o melhor do mundo nem dito é, é subentendido... Que nem sempre falar é fácil porque origina tanta confusão.
E depois, por falarmos, achamos que já somos superiores.

sophie disse...

adoro e que cão mais lindoooo *.*

nicolemorais disse...

que fantástico!

cláudiagomes. disse...

o texto está lindo mas a foto foi tirada por ti?

nicolemorais disse...

está sim, e contigo?

nicolemorais disse...

ai, então? :s

nicolemorais disse...

oh, ao menos isso...:)

sophie disse...

oh que linda, muito obrigada <3

maria. disse...

Que lindo!
E que cão tão fofo :)

- sofia magalhães disse...

*de que tendes vós orgulho, ó gentes?*
sinceramente, nós pensamos, não dizemos, repensamos, enganamo-nos, deixamos andar, voltamos a falar, pensamos, dizemos, arrependemo-nos por ter dito, dizemos sem pensar, pensamos para dizer, falamos para convencer e não dizemos o que pensamos antes de querermos ter dito... OS ANIMAIS NÃO FALAM E DIZEM TUDO COM UM SIMPLES OLHAR. somos demasiado complicados e caprichosos e temos orgulho nisso. e isso é tão, tão ridículo. quando se fala de simplicidade humana, referimo-nos a um décimo da sensibilidade de um animal. eles são fantásticos :) nós temos muitas qualidades, mas não atingimos nem por sombras a sua humildade e descomplexidade.

littlebadgirl disse...

Identifiquei-me tanto neste texto, também penso assim. Costumo dizer que me dá mais pena ver os animais a sofrer do que os humanos. Quando faço comentários deste tipo as pessoas olham para mim como se eu fosse uma louca insensível, mas custa-me muito mais vê-los sem poderem deitar cá para fora aquilo que sentem, sem conseguir falar, pedir socorro ou simplesmente contar as suas mágoas as que os rodeiam. As pessoas são crueis, mesquinhas, criticam, dizem e tratam-se mal umas às outras, sem razão. Os animais não fazem as coisas assim, só por fazer. Têm sempre um motivo. Mesmo que não venha da mais complexa capacidade de raciocionio é o que para eles mais sentido lhes faz na altura.
Bem, já me estou a alongar de mais... isto tudo só para dizer que gostei muito do texto e do post!!! :)

Enviar um comentário

«I don’t care if you’re black, white, straight, bisexual, gay, lesbian, short, tall, fat, skinny, rich or poor. If you’re nice to me, I’ll be nice to you.
Simple as that.»