quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

Filosofia.

O que é conhecer? Até que ponto conhecemos? O que é a realidade? Boas questões. Vulgarmente dizemos “-Eu conheço (…)”, mas já pararam para pensar na complexidade das vossas palavras?
O que vemos é, em certa medida, uma ilusão porque tudo se trata da nossa própria interpretação do Mundo e das coisas. Esta nossa percepção de tudo o que vemos é, em grande parte, autoproduzida. Cria-se na nossa mente, através dos nossos tão traiçoeiros sentidos!
Imaginando, que a uma criança se lhe colocam uns óculos de lentes azuis logo após a sua nascença. A criança cresce. Vê o Mundo de uma tonalidade azul. Vê-o de uma forma diferente da nossa. Mas, mesmo assim, essa é a sua realidade. Tal como nós temos a nossa. Se a tal criança disser que vê uma parede azul, não nos cabe a nós negá-lo apesar de vermos a mesma parede branca. A criança vê mesmo a parede azul! Não mente. Ela acredita naquilo que vê, naquilo que supostamente é real para ela (tal como nós!). A questão que aqui se coloca é: E quando se lhe tiram os óculos?
Será que, de um momento para o outro, também não nos podem tirar os nossos óculos?

21 comentários:

KákáChi disse...

Quantas vezes nos tiram os óculos e acabamos por cair na suposta "realidade"?

alexandrapinto disse...

Pensei que fosse... :$
Por isso é que pensei que fosse para mim (:

Cristiana Lourenço disse...

de nada (L)
é mesmo querida !

alexandrapinto disse...

Não é o que quero fazer, a sério :)
Mas como nos deixamos de falar completamente, pensei que fosse, percebes? :)
Desculpa, não era a minha intenção :s

KákáChi disse...

Concordo plenamente contigo.
Deixa a questão do "E se..." no ar.
^^

Sara Pereira disse...

Vamos tirar os óculos Dánnie?
Sei apenas uma realidade : Que gosto de ti mais que qualquer outra coisa no mundo.
Amo-te. e amei o texto *.*

alexandrapinto disse...

ainda bem :)

Sara Pereira disse...

Nua, de óculos, de saia ou sem óculos continuarei sempre aqui para ti :D

márciamoreira disse...

Concordo com o que escreveste aqui.

Aerton - PoetaMudo disse...

pois não faz sentido :D

e a realidade é mais cruel do que parece, por fazes a nossa mente é que não nos deixa ver as coisas como são, criamos uma realidade nossa, a ilusão, para não levarmos com a ilusão
.... (e eu nunca mais saio daqui se continuar a escrever )

mas em relação ao CONHECER verdadeiramente algo, quando se trata por exemplo de uma pessoa com que temos uma relação proxima/imtima levamos toda a vida para lhe começermos verdadeiramente

Cristiana Lourenço disse...

és uma queria $:

maria disse...

acho qe os meus oculos ja cairam muitas vezes :s

juca ♥ disse...

esta lindo mesmo . nos estivemos a falar disto em filosofia hoje . adorei ♥

FLÁVIOMATA disse...

É mesmo fofinho fazer troca de presentes *-*

juca ♥ disse...

eu tambem amei !

Cristiana Lourenço disse...

es ++

márciamoreira disse...

escreves muitissimo bem amor.

FLÁVIOMATA disse...

Oh, isso é normal.

Aerton - PoetaMudo disse...

tens toda a razão

words and feelings. disse...

adorei !

IM disse...

Hum...bem que isto me parece familiar...que bom que nem todas as aulas de Filosofia passam «ao lado»! Boa, Daniela...obrigada por este bocadinho. Já mudei de óculos muitas vezes...

Enviar um comentário

«I don’t care if you’re black, white, straight, bisexual, gay, lesbian, short, tall, fat, skinny, rich or poor. If you’re nice to me, I’ll be nice to you.
Simple as that.»