quinta-feira, 24 de maio de 2012


Por muito que um homem aprenda, nunca aprende a ser quem não é.
Fernando Pessoa

12 comentários:

m. disse...

Agora disseste tudo!

Cath disse...

li e prometi a mim mesma que o iria reler. tenho tantas partes sublinhadas... já sinto saudades. e tu já começaste, certo?
está gravado e não aceitei o comentário. quando estiver mais livre das minhas tarefas, enviar-te-ei uma mensagem :))

patrice disse...

que grande e verdadeira frase!

Cath disse...

não demorei muito. na altura estava com bastante tempo livre e ia lendo pedacinhos todos os dias. talvez um mês e pouco. normalmente demoro mais.
estás a referir-te ao título do blog? oh, é de um poema de Florbela Espanca. um dia enviaram-me por mensagem e eu achei aquele mimo tão precioso, tão semelhante ao meu coração, que decidi apelidar assim o meu cantinho. claro que não levei a mal! :)

patrice disse...

muito obrigada! talvez te lembres de uma ana patrícia.. sou eu ;)

Cath disse...

quanto mais lês, mais queres ler. por muito desassossegada que te sintas, hás-de querer descobrir sempre mais.
o poema é um doce, embora triste. ficou-me gravado no coração.

m. disse...

m de mariana ((:

Mary* disse...

Assino por baixo querida :)
beijinhos*
PS: Espero que esteja tudo bem contigo ;)

daniela fernandes disse...

Mary*
eu não consigo aceder ao teu perfil :x
comigo está tudo bem, espero que contigo também! :)

m. disse...

No fim do meu blog estão os seguidores e clicas em "aderir a este site".
Muito obrigada, querida Daniela ((:

patrice disse...

eu compreendo :) muito obrigada!

danieladias disse...

Será que não aprende? Eis a questão d*

Enviar um comentário

«I don’t care if you’re black, white, straight, bisexual, gay, lesbian, short, tall, fat, skinny, rich or poor. If you’re nice to me, I’ll be nice to you.
Simple as that.»