sábado, 30 de abril de 2011

Já não sou compatível com esta vida! Não foi ela que mudou, fui eu que mudei perante ela. E por isso, por justiça, não peço ao vento que a leve consigo para bem longe de mim... Peço para ele me levar ao encontro de uma nova vida, de um novo Mundo! Pois este já não me serve...
O vento que me leve a mim, e comigo eu levarei pouco, muito pouco. O essecial. Porque poucas são as coisas que eu quero preservar. Tudo o mais que se vá, que me deixe seguir.
Não estou a fugir, estou a mudar(-me)!

43 comentários:

joanarocha disse...

gostei muito!

ritag. disse...

adorei, está lindo (:

ac disse...

acho que sim :o

simple writer disse...

gosto do visual do blog :b

Sara Martins disse...

lindo amor

joanarocha disse...

de nada Daniela :)

Andrea Soares disse...

Gostei!

tânia. disse...

ai que lindo :|

tânia. disse...

conheço essa musica há anos e meu deus, é tão linda :|

Ghost Writer disse...

Daniela, também estou assim.

Já estive descartando muitas coisas de minha vida, penso que devemos sempre seguir adiante e sou a favor de todos os tipos de mudanças, mesmo que sejam para nos derrubar. Se derrubar, levantamos outra vez.

- Dii - disse...

Gostei muito do teu blog ;)

carolina disse...

adorei!

Aerton - P.M disse...

a vida é feita mesmo assim... de mudanças

Ana Rita disse...

é muito excelente!!
adoreiiii este texto, mudar faz bem *.*

- Dii - disse...

:$ Obrigada. A serio, só parei por aqui porque gostei muito do que escreveste e porque há coisas com que me identifico!!

Ana Rita disse...

é bem verdade... mas faz parte da vida :)

ritag. disse...

de nada (:

ac disse...

é sempre bom estar vivo :b

Ana Rita disse...

desculpa, não percebi... xD

Sara Martins disse...

obrigada de coração * sigo já! <3

Ana Rita disse...

aaaah!! sim, é verdade! é bem melhor quando nem nos apercebemos das nossas mudanças :)

- Dii - disse...

Oh :$
só disse a verdade ;P continua a escrever (tão bem).

Isabel disse...

Adorei!

ac disse...

eu também adoro , dependendo dos dias .-.

Joan disse...

Em primeiro lugar... Bela musica Daniela :p
Em segundo... Já dizia Camoes: «Mudam-se os tempos/ Mudam-se as vontades/ Muda-se o ser (...) Todo o mundo é composto de mudança / Tomando sempre novas qualidades» ...
Mas não é preciso ires para outra vida, até porque nada te garante que ela exista, mas de uma coisa estou certa... Nesta vida tens montes e montes de caminhos e cada um da origem a uma vida, podes ter a que quiseres... Só depende de ti.

Isabel disse...

Obrigada *

Daniela disse...

GOSTEI *.*

IM disse...

(a música é..soberba...)
Sim, deixa que o vento te leve...percebeste que pertences a um outro nível de realidade...deixa-te voar...certamente encontrarás outras almas peregrinas à procura de mais...

alexandrapinto disse...

pois, só mesmo sentir o mesmo, não é? *.*

alexandrapinto disse...

Que haja mais pessoas assim, que é o que o mundo precisa :$

M A R I S A ' disse...

Pois, é melhor agora aproveitares o tempo para estudar :s

ɑɴɑɓϵɩɑѕɪɩνɑ ☮ disse...

não é? :| ai :x

joanaf disse...

adoro!

simple writer disse...

ele estava a precisar de um novo visual :D

alexandrapinto disse...

Se houvesse ainda mais, não seria nunca, demais :b

Camila disse...

Então procure mudar,estou nessa fase também.
ps: esse layout axei bem legaal, onde pegou?

joanaf disse...

de nada, obg *-* espero bem que sim :x

ana disse...

mudar, nem sempre é o melhor! mas é em algumas situações, a solução (:

tânia. disse...

já andei por muitos cabeleireiros, e já encontrei muitos em que eles cortavam mesmo muito as pontas o.o deixei de ir ai então :/

Ana disse...

exacto, concordo com tudo o que disseste.. tens tanta, mas tanta razão *

tânia. disse...

sim, mas uma coisa é cortar as pontas outra coisa é cortar mais do que as pontas espigadas s:

JoanaOliveira disse...

Querida Daniela, só vi o teu comentário ao meu post hoje, peço desculpa. Não costumo estar atenta aos comentários mas fico-te muito agradecida*

Bem, as saudades são deveras fatais. Corroem o nosso corpo tal como o sangue nas nossas entranhas.

E também me identifico com este teu post:
"O vento que me leve só a mim, e comigo eu levarei pouco, muito pouco. O essencial. Porque poucas são as coisas que eu quero preservar."

Este mundo não se identifica comigo --'

Rui Águas disse...

Gostei muito.

Enviar um comentário

«I don’t care if you’re black, white, straight, bisexual, gay, lesbian, short, tall, fat, skinny, rich or poor. If you’re nice to me, I’ll be nice to you.
Simple as that.»