segunda-feira, 10 de maio de 2010


É algo errado, mas também algo que não posso controlar. Amar-te não estava nos meus planos. Talvez o emprego do verbo amar seja exagerado, gostar de ti mais do que aquilo que devia está certamente errado. Os nossos mundos são completamente diferentes, temos vidas paralelas que não se chegam a tocar, nem por um momento.
Embora eu deixe de respirar quando vejo o teu sorriso, e as lágrimas me corram pelo rosto de sofrimento e de saudade. Saudade não sei bem de quê. Nem me reconheço, não sei o que quero, não sei até que ponto irei por ti. Não irei, não podes fazer parte da minha vida, nem eu da tua. Desculpa. No entanto,

estarei aqui para ti, mesmo que esteja proibida a tal disponibilidade;
eu estarei sempre aqui para ti.

E tu sabes disso. Sabes também que não me és indiferente, porque eu olho nos teus olhos e tu olhas nos meus também, e de uma maneira bem profunda, embora não me dês um sorriso em resposta.

24 comentários:

FLÁVIOMATA disse...

ó, o teu pai é mau :c
Gosto muito do texto! Porque é que dizes que é errado?

Paulo disse...

É um texto profundo e sentido.

Gostei (:

neechee disse...

texto lindo. senti uma nostalgia tão grande ao lê-lo C: talvez por ter passado por uma situação parecida, identifiquei-me tanto.

<3 gostei.

diana alba disse...

Pode parecer errado e acabar por não o ser. Às vezes, não tentar é muito pior do que tentar e sair furado. Por vezes, temos de correr riscos e pôr a nossa felicidade em jogo.

Gostei muito e vou seguir @

diana alba disse...

Acredito que falte. Também já tentei negar o que sentia, fingir que não se tratava de nada. Mas depois acabamos por deixar escapar as oportunidades e perdemos quem amamos para outros :$

Nunca tomes nada por garantido e vai à luta :)

diana alba disse...

É super normal, quando se gosta assim tanto de alguém (:
Mas hás-de arranjar coragem, verás :)

FLÁVIOMATA disse...

Nisso tens toda a razão, há pessoas mesmo mesquinhas ._.

diana alba disse...

Claro que consegues (: E desejo-te a maior sorte do mundo!

Neuza disse...

é tão bom estar apaixonado!
gostei do teu blog (:

FLÁVIOMATA disse...

Mas se vires que com essa pessoa podes ser feliz, se ela gosta de ti, e tu dela, luta contra as outras pessoas, ás vezes temos que ser um bocado egoísta, para conseguirmos ser felizes.

diana alba disse...

Oh, de nada (: Eu também gostei bastante *

FLÁVIOMATA disse...

Está chocante? xD
Vai buscar a forças a essa tal pessoa, se ela gostar de ti tenho a certeza que não tas vai negar.

Daniela disse...

Está extremamente BRUTAL.
Adorei cada passagem <3

Ju^^ disse...

oh de nd
tu e qe és um fofa :D
bjinho+.+

biazinha disse...

E que tal darem uma oportunidade ao "errado" para ver se dá certo? :D*

Borblady disse...

é tao dificil nao estarmos com quem queremos estar

FLÁVIOMATA disse...

Para mentes sensiveis é :o
Vais ver que sim, Dani :b

Isabel disse...

Gostei imenso Daniela :)

Nádia disse...

Adorei o post :) Força.

Isabel disse...

Claro que sim querida :)

Cris disse...

Se eu tivesse que escolher o texto, de todos os blogs, que mais me tocou, era este que eu escolhia.
Como eu me vi aí no meio.

Cris disse...

Já vivi isso.
Não acabou bem, mas o texto deixou saudades.
Nunca tinha lido nada que representasse tão bem algo por que passei.
Thank you, for that. :)

Cris disse...

Não nos falamos, praticamente.
Mas sei que nos recordamos um do outro com carinho. :)

Cris disse...

Eu fico a torcer para que não.

Enviar um comentário

«I don’t care if you’re black, white, straight, bisexual, gay, lesbian, short, tall, fat, skinny, rich or poor. If you’re nice to me, I’ll be nice to you.
Simple as that.»